sábado, 25 de abril de 2009

O chão onde pisas

Alguém aí na platéia me responda: você costuma olhar para o chão onde pisa? Quando estou andando pelas calçadas esburacadas do Rio de Janeiro, adornadas por cocozinhos de cachorro e poças de laminha de chuva, sim. Olho e muito! Agora... será que eu olho pro chão da cozinha das pessoas?

É impressionante a quantidade de detalhes que você passa a reparar depois que começa a reformar o seu cantinho. Nunca pensei que chão fosse fazer parte do meu sonho de consumo. E que fosse se tornar motivo de preocupação (tudo bem que TUDO vira motivo de preocupação nessa minha cabecinha maluca). Pois não é que virou?

Mais impressionante ainda é perceber que um simples chão pode fazer TODA a diferença no seu cafofo. No caso aqui, falaremos, mais uma vez, da nossa cozinha.

Saca aqueles chãos brilhantes de foto de revista? Os tais famosos porcelanatos brilhosos que estão na moda. Então. Acho um luxo! Digno!

Já o meu namorado, se amaaaarra em chão imitando cimento. Nunca fui muito fã de Niemeyer. Aliás, acho uóóóó as construções dele, todas no cimento. Parecem inacabadas, tipo, faltou dinheiro, saca?

Pois bem. Não é que meu namorido conseguiu me convencer de que um chão meio cinza, nem cá, nem lá, pode ficar bonito pra caramba? E é cada um lindão que tem por aí...

Nossa primeira idéia foi usar o porcelanato da linha Bauhaus da Portobello.


Dois motivos nos fizeram desistir dele:
1) Superfície acetinada – segundo o vendedor do Shopping frei Caneca poderia ficar escorregadio, quando molhado
2) Cantos boleados – Saca quando você olha o azulejo de perfil e percebe que seu canto é meio arredondado, tipo essa caixinha aí da foto? Então, isso é boleado. E a gente queria azulejo retificado, com seus cantos retinhos. Muito mais chique, porque você consegue juntar mais as peças e fazer um acabamento bem melhor.

Foi então que uma amiga nossa sugeriu um piso semelhante da Itagres: porcelanato da linha Concreto. Muuuuito mais bonito. Superfície porosinha, tipo cimento mesmo e cantos retos. Um luxo!

(Essa minha sandalinha não é um luxo?)

Decisão nº 2: que tonalidade usar? Esse piso possui 3 tons: grafite, cement e gesso. O gesso foi logo descartado por ser claro demais. Quase branco. Ficamos entre o cement e o grafite, esse segundo me pareceu muito escuro. E o medo de cozinha de Niemeyer bateu forte! Nada que um milhão e meio de simulações diferentes no nosso programinha de arquiteto não me fizessem mudar de idéia. Perdi o medo e resolvemos: vamos grafitar o chão!

Só que, somando-se a isso, tínhamos também a vontade de misturar os tons. Tipo: maior parte escura e detalhes claros. Vimos alguns exemplos disso e achamos deveras interessante. O problema é que nossa cozinha era pequena pro tamanho desse piso (51 x 51cm). Ou seja, nada que a gente desenhasse no chão nos agradava. Veja os exemplos abaixo:




Mas vocês acham que foi fácil desistir da idéia das duas cores? Na hora que o pedreiro resolveu assentar o piso da cozinha, gritamos: “STOP! Oh yeah wait a minute Mr. Stoneman!” e fomos correndo na Amoedo (eca!) comprar uma caixa extra do piso com a tonalidade Cement. Pra que? Pra me deixar com uma baita dor na coluna de tanto colocar e tirar azulejo do chão. Juro, gente! Fiquei umas boas 2 horas de domingo carregando e posicionando azulejo pra lá e pra cá no chão da cozinha.

Você deve estar pensando: que povo criativo! Devem ter resolvido colocar uma carinha sorridente, uma florzinha ou um xadrez no chão da cozinha. Que máximo!


ERROU!!! Nenhuma das paginações acima nos agradou e resolvemos que vamos ficar com o chão só no grafite mesmo. Ah, sim, agora estamos com uma caixa de 6 peças do piso sobrando. Alguém se interessa?

5 comentários:

Elizabeth disse...

I-n-a-c-r-e-d-i-t-á-v-e-l!!
Essa de colocar o piso nos possíveis lugares foi de matar!

Nessas horas, eu me lembro do valor de um "Ctrl+Z" para desfazer o que não gosto... Isso faz falta no dia-a-dia...

Sobre as peças que sobram... os tiozinhos Amoedo não trocam??

Elizabeth disse...

Complementando... caiu aquela moda de colocar os pisos na diagonal para "aumentar" o espaço?!?

Biboca da parafuseta disse...

1) Sim, o Ctrl+Z fez muuuuuita falta esse dia! Meu ombro que o diga. Dói até hj...
2)Ainda rola, mas a gente acabou esquecendo desse detalhe. só nos demos conta depois e aí já era. tb não sei se, com essas pedras tão grandes, ficaria legal

conmaffei disse...

Ola! Parabens pelo piso, achei lindo! Gostaria de te perguntar se vc esta gostando, se e facil de limpar ou nao, pois estava querendo usar esse piso no apartamento todo. Um beijao, Conceicao

Biancolina disse...

Olá Conceição,
Gostei muito de ter escolhido esse piso. É prático, fácil de limpar e até agora se mostrou bem resistente. Além de ser bonito.
Espero te ajudado.
bjos