terça-feira, 17 de março de 2009

Os estranhos finais de semana de um casal em obras

Ah, nada como mais um final de semana delicioso indo pra lá e para cá, recebendo tijolos, caçando pedreiros, escolhendo torneiras e quase saindo no tapa para decidir se o chão vai ser cinza claro ou cinza escuro. Ou melhor, cement ou grafiti (com um "t" e um "i" mesmo).

A semana agitada, que teve mestre de obras desaparecido na segunda e pedreiros abduzidos na quinta - teriam sido os aliens da parede da cozinha? - terminou logo após uma sexta-feira treze onde o céu parecia desabar no Rio de Janeiro e junto com ele todos os problemas possíveis e imagináveis no meu trabalho. Como diria uma personagem de novela, tocar uma obra e trabalhar ao mesmo tempo não é brinquedo não.

A sorte é ter horário flexível e uma namorada competente e free-lancer (além de bonita, gostosa, maravilhosa etc!). Só que quando o sábado chega, e teoricamente seria hora de descansar, somos obrigados a estar de pé cedinho para receber os tijolos que o carinha da loja não entregou (!) e também os pedreiros que foram abduzidos na quinta-feira (!!).

Os tijolos chegaram, mas e os pedreiros? Pois é... Então, pelo quarto final de semana consecutivo, rodamos lojas de material de construção, comparamos preços e fizemos conta. Além de discutir um pouquinho também, pois ninguém é de ferro.

Mas como sou "egoísta" e não quero que ninguém tenha um final de semana tão bom quanto esses, vou dar umas dicas por aqui sobre as lojas que visitamos:


Leroy Merlin
Fomos à loja da Barra, que tem variedade de produtos apenas razoável e preços altos. Cobrem a concorrência e ainda dão um desconto, mas tem que trazer o anúncio.

Amoedo
Visitamos as lojas de Botafogo e Barra. Boa variedade de produtos e preços razoáveis. Cobrem os preços dos concorrentes e deram 5% de desconto à vista. Também fazem em 10x sem juros no cartão próprio da loja. O grande problema é a burocracia pra conseguir um orçamento por telefone/e-mail/fax, fora que o site não tem preços. Um saco!

Casa & Construção (C&C)

Passamos pela de Botafogo - bonita casa , mas com péssimo atendimento e organização dos itens muito ruim. Fujam de lá! - e pela da Barra, que é enorme e tem coisa pra chuchu. O engraçado é que, enquanto na de Botafogo tínhamos que procurar os vendedores como numa brincadeira de esconde-esconde, na da Barra era o contrário. Era a mesma brincadeira de esconde-esconde, mas nós é que nos escondíamos deles! Os preços são bons, mas melhores ainda são os preços do site, com raras exceções. A diferença chega a 20%! A loja também faz em 10x sem juros no cartão ou concede bons descontos (5 a 8% nas nossas compras). O site é bem completo!

Tigrão de Ramos
Imbatível em termos de preço, mas não tem tanta variedade de marcas. Não chegamos a ir à loja, mas ligamos pra lá e fomos muito bem atendidos pelo Nunes (Aí, Nunes, se ler isso aqui, dá mais um desconto pela propaganda!), que resolveu tudo sem burocracia. Tanto material básico quanto metais Deca e Fabrimar por um preço excelente (só no quesito revestimentos é que a oferta é pouca e os preços altos), além de entrega rápida (24hs) para itens em estoque. Definitivamente, peçam o orçamento deles antes de comprar nos outros lugares, pois de uma lista de 30 itens, apenas dois estavam mais caros do que as outras lojas. Além disso, não cobraram frete em nenhuma das duas compras que fizemos... Classe A!

Bem, as dicas, por enquanto, são essas. E vocês, têm mais alguma por aí?

Para fechar o post, sequência de fotos com Bianca testando a posição da bacia (aprendi que o nome não é vaso!) do lavabo. Reparem que a bacia estava mais limpa antes.

5 comentários:

Ruby disse...

Oie! Passei para agradecer a visitinha ao bloguito e também para falar que adorei a idéia do seu blog, vou acompanhar sempre tá? Bjokas.

Elizabeth disse...

Viva o Tigrão de Ramos!!

obs 1 - a sujeira estava na tampa e não na bacia...

obs 2 - vocês compraram a bacia já com a tampa montada? rs

obs 3 - a camisa azul foi utilizada para a limpeza?

Sinha Clementina disse...

Fio, tô cum pena d"ocê. Pedreiro e advogado, é pior que se metê cum pobre, só prejuízo. Disse que nos antigamente Deus e o Diabo resorveram ponhá uma ponte entre céu e inferno. Resorveram que cada qual ia fazê uma metade e se encontravam no meio. O lado do diabo andou que foi uma beleza, o de Deus num havia jeito de sair. Um dia o tinhosão, naquela brabeza dele, acoxou São Pedro num canto e falou ansim: "óia que ocês tão mangando cum ieu. Num tão cumprindo o prometido". E São Pedro teve que expricá a dificurdade, a peleja que era encontra um pedreiro bão no céu. Coisa quase impossíve.

Elizabeth disse...

O que é pior? A reforma do casal Biboca e Dado ou a reforma ortográfica da lígua portuguesa? rs

alicebeta disse...

Dado e Bianca,

Realmente o Tigrão é bem efeciente. Mandei uma lista do que precisava orçar e recebi em menos de 24 horas resposta. Os preços també, são ótimos.
Beijos e suerte para nós!